golpe

Feira Livre


Esta é uma feira livre. Feira livre na maior cidade do Brasil. São Paulo está a venda. O Brasil está a venda. Os pretos e pobres vão voltar aos seus lugares. O governador “Santo” não vai ouvir uma única panela bater. O prefeitinho sonegador nao faz ciclovia, ele vende o Ibirapuera. Eles næo ganharam pra presidente, mas o advogado do PCC, filiado do PSDB ganhou… E vai garantir a sangria, a suruba, a privataria solta. O juizeco da Globo tem sede, ódio, perseguição…e as mocinhas alienadas aplaudem. O ensino médio agora não precisa de arte, geografia, história…fodam-se. Meus filhos fazem colégio particular.  O importante é não faltar brioche. O importante é reestabelecer a ordem suja de tudo que sempre foi. O importante é não ter favelado em aeroporto, universidade. Venceu a meritocracia. Viva as lindas porcelanas e bibelôs de vidro. As dondocas vão continuar tomando seus chazinhos com as amigas. As diferenciadas vão continuar fornicando homens casados em nome de deus, da moral e bons costumes. Você é mimada, errou e não pede desculpa. Voto não é brincadeira. Democracia não é brincadeira. Você não sabe o que é democracia. Você nunca precisou dela, porque o papai pagou tudo pra você. Mas deixa pra lá… Mágoa não move moínhos. E no final da feira os esfomeados vão limpar as ruas por vocês.
DID YOU KNOW???

Brazil is on sale. Brazilian corrupt politicians, drug and media lords managed to put down a democratic government to establish the neo liberalism agenda, sell all our natural resouces and assets and destroy all the social improvement our society had achieved with Lula and Dilma. A silent war is occuring in Brazil and the international media doesn’t give a shit.

Advertisements

O Golpe

20140325-083627.jpg

1o. De Abril de 1964
50 anos do golpe militar que derrubou o presidente João Goulart e instalou a ditadura, o atraso e o terror no Brasil. Às mulheres guerreiras, guerrilheiras, lutadoras, idealista, torturadas, humilhadas, violadas, violentadas, surradas e mortas pelo mal e pela tirania daquele período, todo meu respeito, solidariedade, amor.

Ditadura nunca mais.
Tortura nunca mais.
Todo poder ao povo.
Todo respeito às mulheres.