ativismo

In cotas we trust.


Januária sabia que pra gente dela não tinha moleza, não tinha trégua, não tinha perdão.

Januária foi estudar, a luz de velas ou ao relento. Com fome ou com sono.

Com fé ou com raiva. Januária tinha sonhos nos olhos e força no coração.

Nada nunca foi fácil para Januária. Nada.

Mas ela escolheu ler Freire do que escutar a voz romântica da miséria.

LM

( Escultura disponível / sculpture available)

Tempos instáveis


The presidential election in Brazil ends tomorrow, 28th October 2018. 

It can literally be the end of a democratic era or a second chance for it.

It is an odd case of extremes.

In one side Fernando Haddad, a university professor with amazing carriere both academically and politically acclaimed. A successful Minister of Education for 7 years, who built hundreds of schools and Universities, who introduced and implemented dozens, perhaps hundreds of educational programs and projects on which millions of students had access and opportunity to education, professional improvement and social inclusion. Then he was the mayor of the biggest city in South America and did a stupendous administration, despite the corrosive opposition and the critical national and international scenario. He is a humanist, a social democrat, a man of way more virtues than flaws and yet he is now running against the worst Brazilian politician of all times. Jair Bolsonaro exemplifies and represents everything a man shouldn’t do or be in the 21st century. He is misogenous, racist, corrupt, lazy, stupid and violent, but also a coward. He has been in politics for 30 years and the only success he had was on putting three of his kids on politics and multiplying his assets in many millions of dirty, corrupt money. He had, during this time, only two projects approved and they had nothing to do with the people. He publicly declares his hate for blacks, gays, indigenous, women. He defends that every citizen should own a gun. He said that he will start a war against our neighbors Venezuela to clean up communism (Maduro was elected by the majority of the Venezuelan people… But they have oil. Do the math). He wants to do Trump’s dirty work using young Brazilian blood. Very convenient. 
Tomorrow is election day in Brazil.

We can become a fascist country, ruled by a mad man.

Or we can choose Haddad and give our future a chance.
It should be a very simple choice.

But these are not very easy times.
May love and hope prevail.
*13*
A eleição presidencial no Brasil termina amanhã, 28 de outubro de 2018.

Pode literalmente ser o fim de uma era democrática ou uma segunda chance para ela.

É um caso estranho de extremos.

De um lado, Fernando Haddad, um professor universitário de carreiras incríveis, aclamado academica e politicamente. Um bem sucedido Ministro da Educação por 7 anos, que construiu centenas de escolas e universidades, que introduziram e implementaram dezenas, talvez centenas de programas educacionais e projetos nos quais milhões de estudantes tiveram acesso e oportunidade de educação, aperfeiçoamento profissional e inclusão social. Em seguida, ele foi o prefeito da maior cidade da América do Sul e fez uma administração estupenda, apesar da oposição corrosiva e do cenário nacional e internacional crítico. Ele é um humanista, um social-democrata, um homem de muito mais virtudes do que falhas e, no entanto, está agora concorrendo contra o pior político brasileiro de todos os tempos. Jair Bolsonaro exemplifica e representa tudo o que um homem não deveria fazer ou estar no século XXI. Ele é misógeno, racista, corrupto, preguiçoso, estúpido e violento, além de covarde. Ele está na política há 30 anos e o único sucesso que teve foi colocar seus três filhos na política e multiplicar seus ativos em milhões de dinheiro sujo e corrupto. Ele teve, durante todos estes anos, apenas dois projetos aprovados e eles não tinham nada a ver com o povo. Ele declara publicamente seu ódio por negros, gays, indígenas e mulheres. Ele defende que todo cidadão deve possuir uma arma. Ele disse que vai começar uma guerra contra os nossos vizinhos da Venezuela para limpar o comunismo (Maduro foi eleito pela maioria do povo venezuelano … E eles têm petróleo. Faça as contas). Ele quer fazer o trabalho sujo de Trump usando sangue dos jovens brasileiros. Muito conveniente.
Amanhã é dia de eleição no Brasil.

Podemos nos tornar um país fascista, governado por um homem louco.

Ou podemos escolher Haddad e dar uma chance ao nosso futuro.
Deveria ser uma escolha muito simples.

Mas estes não são tempos muito fáceis.
Que o amor e a esperança prevaleçam. 

#HaddadPresidente #13

*13*

Obra disponível, direitos autorais reservados.

Art work available, copy rights reserved.

Luciana Mariano, 2018.