silêncio

~E é assim que me sinto. Acuada, assustada, injustiçada no meu país, ameaçada dentro da minha casa. É assim que há de ser, num país onde leis se cumprem mas justiça nem sempre é feita. É assim porque para o seu prazer, você esta comendo e bebendo o melhor de um país onde quem paga, leva.  Que sentido faz alguém pagar mais para ter razão e se vingar do que para sustentar seu filho? Que tipo de pai é um pai cujas ações são baseadas em os fins que  justificam os meios?

Vão se os anéis, ficam os dedos. O tempo há de passar e muito novos e melhores anéis hei de usar, sem o peso da sua presença na minha vida.

Você podia ter tido hombridade, mas não teve. Isto se é ou não. Recomeçar sem ajuda não será novidade, o difícil é ver abutres usufruirem do que é meu. Mais difícil ainda é ver meu filho perder a parte que, por justiça , deveria ser dele, mas que por burrice ou vaidade vai acabar para estranhos.

O melhor da vida é o amor, e isso eu tenho.

O melhor da vida são os amigo e estes não me faltam.

O melhor da vida é  consciencia limpa e esta está comigo.

O melhor da vida é a minha  liberdade e esta seu dinheiro não comprou.

Silêncio, pelas mulheres desesperadas, mulheres que não defendem seu próprio gênero, mulheres traídas por homens sem escrúpulos e pela injustiça de leis feitas por estes homens, com sérias questões maternas.  

Hoje silêncio. Em breve o doce som da liberdade.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s