Painting and breathing

blue wall

It´s hard to manage time
Sometimes I feel that it manages me more than anything else.
This painting tells a little about me
feels like waiting
going somewhere
am I early?
is it too late?
is this appropriate?
too much…and yet so little.

Advertisements

One comment

  1. Sua moça solitária me lembra uma história curtinha que se chama A impossibilidade do encontro (…)

    Ambos sabiam que o improvável sempre iria acompanhá-los. Desde o primeiro encontro; não havia força capaz de movê-los para a consumação das coisas. Eles eram apenas sonhos e sensações, as mais puras e belas. Cada um sabia exatamente o que o outro sonhava ou desejava para si e para o mundo em que viviam.
    Mas eram incapazes de, por exemplo, marcar um encontro simples, sem atrasos, correrias ou pressa. O relógio do dia-a-dia os aprisionava. Eles eram atrapalhados (ambos) e mal conseguiam dar conta da chatice do dia-a-dia. Tantos papéis para representar na escola, no trabalho (…) Tantos telefonemas que nunca foram feitos. NÃO QUERIAM INCOMODAR.
    Eles sentiam saudade. Aquela que aperta o peito, mas se recusavam a se apaixonar. Isso era para os tolos. Eles estavam numa esfera acima, prometeram não sofrer mais. Já sofreram muito. Plastificaram o coração e viviam disfarçando os sentimentos.

    O tempo passava e eles permaneciam atrelados como um bote salva-vidas, que envelhece ao lado do navio, sem uso

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s